Carvão ou lenha?

postado em: Dicas | 0

Muitos churrasqueiros e assadores defendem, cada um à sua maneira, o uso de carvão ou de lenha para o seu churrasco. Qual é o melhor? Que tipo de lenha é adequada? Qual a diferença de briquetes e carvão? Enfim, há um número infinito de questionamentos que, quando falamos em churrasco perfeito, são todos válidos.

Tanto a lenha quanto o carvão oferecem um ótimo sabor à carne. Quando falamos em carvão, ganhamos muito em praticidade. Afinal, em qualquer mercado próximo da sua casa é possível encontrar o saco do produto, limpo e pronto para o uso. Além de que, é fácil de acender e formar nossa brasa rapidamente.

A dica para garantir o melhor sabor às carnes é esperar que o braseiro fique em sua maioria incandescente, com uma fina camada branca por cima. Essa camada é potássio, e é nessa hora que garantimos os melhores sabores ao churrasco. Caso não alcance esse ponto, o carvão estará liberando gases os quais podem causar um sabor desagradável na carne.

Existe um grande segredo para manter a brasa sempre acesa e quente, no ponto ideal de calor: é nunca deixar de alimentá-la. Sempre coloque algumas pedras de carvão novas ao lado do seu braseiro e, conforme a necessidade, vá alimentando com essas pedras e mexendo lentamente para que este carvão incorpore na brasa. Nunca coloque em demasia pois isso fará com que a brasa fique abafada, esfriando sua churrasqueira e encruando sua carne num primeiro momento. Num segundo momento, quando esse carvão em demasia acender, o calor será alto demais de forma que irá queimar sua carne.

Para acender, use álcool gel ou álcool em pasta encontrado nos melhores mercados e distribuidores. São higiênicos e totalmente seguros. E lembre-se: acenda seu fogo no mínimo 40 minutos antes, para que se tenha um braseiro uniforme.

Quando falamos em lenha, isso exige mais prática do churrasqueiro, uma vez que o controle de calor é mais difícil que o carvão. Pode ser usada de duas maneiras: ao lado da carne, para que asse com a irradiação do calor das chamas, como no fogo-de-chão, ou queimá-la separadamente e ir colhendo as brasas que se soltam para colocar sob a carne, a tão famosa Parrilla à moda argentina e uruguaia.

O importante é que as chamas nunca toquem a carne. De preferência a lenha de eucalipto, pelos mesmos motivos do carvão de mesmo material. A lenha de pinus também é boa, o sabor de defumado fica mais forte, mas enjoativo com o tempo. Esse sabor semi defumado que a lenha confere à carne é o grande diferencial para os amantes do churrasco.

Lembre-se sempre de que a lenha leva mais tempo que o carvão para formar a brasa e, se em um churrasco para 15 convidados que você usaria 1 saco de 5 kg de carvão, na lenha você irá precisar de pelo menos 3 vezes mais, ou seja, 15 kg.

Escolha o carvão ideal para seu churrasco!

postado em: Dicas | 0

Talvez você não saiba, mas no preparo de um churrasco de qualidade, a escolha do carvão é muito importante. Existem diversas marcas e embalagens, e é importante saber reconhecer um bom carvão.

Os carvões feitos de madeira de acácia negra e de eucalipto são considerados os melhores, pois são homogêneos, não liberam muita fumaça, têm boa textura e rendimento, ficando portanto mais econômicos.

Se o carvão produz muito pó, é quebradiço e fica disforme, não é um produto de boa qualidade. Por isto, verifique na embalagem de que tipo de madeira é feito o carvão, verifique se os pedaços de carvão estavam realmente secos e eram grandes, e se ficar satisfeito, anote a marca para uma próxima compra. Asse suas carnes e seu Pão de Alho Santa Massa sem preocupações!