Salvando pratos

postado em: Dicas | 0

Quem está aprendendo a cozinhar ainda vai passar por muitas situações inusitadas na cozinha. Ninguém esquece o primeiro arroz queimado ou a comida super salgada.

Coloquei muito sal, e agora?

A melhor dica é sempre ir provando enquanto faz a comida e colocar o sal só no final. Mas sopas, cozidos e receitas líquidas que ficam muito salgadas podem ser salvas acrescentando uma batata inteira descascada na panela. Ela “chupa” o sal e deixará o tempero mais ameno.

Droga, o arroz queimou!

Primeiro retire as partes mais queimadas e depois coloque um pedaço de pão ou cebola no meio do arroz. Isso ajudará a retirar o gosto e cheiro de queimado.

O bife passou do ponto!

Essa é mais complicada de voltar atrás. A dica para não perder a carne é desfiar ou partir bem pequeno e acrescentar em outra receita, como um purê com carne desfiada, transformar num escondidinho ou num risoto.

Macarrão grudento?

Apesar de super fácil, cozinhar macarrão pode ter seus truques. Para que eles não fiquem todos grudadinhos depois de prontos, a dica é cozinhar com um pouco de azeite e bastante água na panela. E na hora de escorrer, dar um choque térmico com água gelada e gelo é uma ótima opção.

Como escolher uma boa costela bovina

postado em: Dicas | 0

A costela é o corte com maior variedade de sabores, texturas e aromas e, por ter longas fibras, exige um longo tempo de preparo. Na hora de comprar, observe:

  • COR: não compre carne de costela com gordura muito amarelada e carne amarronzada, isso é indício de carne de boi velho.
  • OSSOS: não comprar com ossos muito largos, pois também é indício de boi velho.
  • CHEIRO: o aroma da carne é observável de prontidão. O cheiro jamais pode ser de carne passada.
  • ELASTICIDADE: fazer o teste do Furo com o dedo é uma boa opção. Com as mão limpas aperte a carne com o dedo indicador, assim você conseguirá sentir a maciez da carne.

A COSTELA RIPA exige um tempo de cozimento maior para amaciar suas fibras e é geralmente utilizada para churrasco ou cozida com legumes. A COSTELA PONTA DE AGULHA OU MINGA é considerada a “rainha das churrasqueiras”, sendo mais macia, pois é mais próxima do filé. Quando cozida, o tutano é diluído e misturado com o caldo da própria carne, fazendo papel de tempero natural, ou seja, é extremamente saborosa. É muito utilizada também para ensopados e sopas.

DICA: a costela depois do preparo perde cerca de 30% do seu peso, muita gordura e fibras. Além disso, 20% da costela é peso dos ossos. Dessa maneira, em um churrasco ou almoço de família, calcula-se 600g de costela por pessoa. Uma boa costela bovina custa de R$ 17,00 a R$ 25,00 o kg, se o preço for menos que isso, desconfie!

Prepare um delicioso chimichurri

postado em: Receitas | 0

O chimichurri é um molho argentino muito popular para os amantes da carne. Ele é uma mistura de diversos condimentos e iguarias que resulta em um sabor inigualável, ainda mais quando é combinado com a carne certa.

Esse é um molho muito versátil e que pode ser utilizado em carnes vermelhas assadas, mas há também quem o misture com peixes e frutos do mar. Você pode usá-lo para marinar as carnes vermelhas (é indicado que não ultrapasse duas horas, para não sobrepor o sabor da carne).

Vamos à receita:

INGREDIENTES

  • ½ copo de salsinha picada bem fina;
  • ½ copo de coentro picado bem fino (pode ser substituído por ½ copo de salsinha);
  • 3 colheres de sopa de orégano fresco picado (ou 2 colheres de orégano seco);
  • 1 colher de chá de alho picado (ou a gosto);
  • ¼ copo de vinagre de champagne;
  • 1 colher de sopa de suco de limão;
  • ¼ copo de azeite extra-virgem;
  • ½ colher de chá de pimenta vermelha amassada;
  • ½ colher de chá de cominho em pó;
  • ½ colher de chá (ou a gosto);
  • ½ colher de chá de pimenta do reino (ou a gosto).

MODO DE PREPARO

Junte tudo, em qualquer ordem, em uma vasilha e misture. Experimente para ver se falta sal ou algum outro condimento e então adicione-o.